Porto Alegre (51) 4063.6240
São Leopoldo (51) 3181.0678 (51) 3091.2091
Inscrição no Casa Verde e Amarela: como funciona?

Inscrição no Casa Verde e Amarela: como funciona?

Descubra se você está apto e quais os procedimentos necessários para a inscrição no Casa Verde e Amarela no Rio Grande do Sul.

O Programa Casa Verde e Amarela reúne iniciativas do governo federal que visam à ampliação do estoque de moradias e ao atendimento das necessidades habitacionais da população.

Lançado em substituição ao Programa Minha Casa Minha Vida, o objetivo é promover desenvolvimento, estimulando a modernização do setor da construção.

No artigo de hoje, a Lotus Incorporadora traz novas informações e explica como você pode fazer sua inscrição no Programa Casa Verde e Amarela no Rio Grande do Sul.

Até porque estar por dentro de tudo já é o pontapé inicial rumo ao sonho da sua casa própria. Boa leitura!

 

Contribuição no financiamento

 

O Programa Casa Verde e Amarela é importante para quem deseja comprar um imóvel, pois a taxa de juros é a menor do país em financiamento habitacional. Sem falar no subsídio, um desconto do governo federal que pode chegar até 25 mil reais.

Lembrando que este programa só pode ser utilizado uma vez por CPF, ou seja, é muito importante fazer uma pesquisa antes de tomar qualquer decisão.

 

Quem pode aderir ao Programa Casa Verde e Amarela?

 

A segmentação ocorre por faixas de renda, como já ocorria no Minha Casa Minha Vida. Os subsídios destinam-se a famílias com rendimentos comprovados de R$ 2 mil a R$ 7 mil, com capacidade de assumir um financiamento.

São três os grupos de segmentação:

  • Grupo 1 – Renda bruta familiar de até R$ 1.449: pode-se adquirir um imóvel financiado pela Caixa Econômica Federal com taxas de juros que chegam a 4,75% ao ano e subsídios de até R$ 47.500, sempre conforme renda e região onde a família reside. A quitação deve ocorrer em até 30 anos.
  • Grupo 2 – Renda bruta familiar a partir de R$ 1500 até R$ 2.999 mil: subsídios de até R$ 29 mil, de acordo com renda e localização.
  • Grupo 3 – Renda bruta familiar a partir de R$ 3.000 até R$ 7 mil: outra faixa contemplada ao programa, com boas taxas de juros.

 

Como se inscrever no Casa Verde e Amarela?

 

Agora que você já conhece a segmentação exigida, vamos à inscrição.

A Caixa Econômica Federal indica que as famílias com renda mensal de até R$ 7 mil poderão contratar de forma individual, a partir de uma construtora ou de uma entidade organizadora vinculada a um empreendimento apto a ser financiado por um banco público.

Vamos facilitar: venha até a Lotus Incorporadora! Depois de fazermos juntos uma simulação, verificaremos juntos as condições de financiamento a que você terá acesso. Esteja de posse dos seguintes documentos para isso:

  • Comprovação de renda (contracheques);
  • Documentos de identificação (RG e CPF);
  • Comprovação de estado civil (certidão de nascimento para solteiros, certidão de casamento para casados e certidão de casamento averbada para divorciados);
  • Declaração de contribuição do Imposto de Renda, se necessário.

 

No caso dos trabalhadores autônomos, a comprovação de renda ocorre por meio do extrato bancário de pessoa física.

 

Converse com a Lotus Incorporadora agora mesmo    

   

O próximo passo é conhecer os empreendimentos Lotus Incorporadora. Sabemos que o processo de inscrição no Casa Verde e Amarela gera dúvidas, mas nós podemos ajudar! Estamos em Porto Alegre e São Leopoldo esperando seu contato!

VEJA TAMBÉM

Apartamentos à venda na planta em Porto Alegre

ACESSAR

Inscrição no Casa Verde e Amarela: como funciona?

ACESSAR

Apartamentos 100% financiados em São Leopoldo: Como encontrar?

ACESSAR
Instagram

Acompanhe a Lotus
@lotusincorporadora

Lotus Incorporadora - Todos os direitos reservados.